:: AMORVILLE ::

Terracap cede e atende pleitos do Ville na venda dos lotes

Reunião ocorrida hoje na sede da Terracap, entre dirigentes da Amorville, representantes da Comissão de Regularização e o presidente e diretores técnico e de comercialização da Agência mostrou a importância da unidade dos moradores e do diálogo firme e aberto com o governo. A suspensão do prazo para cadastramento e a definição dos preços dos lotes, duas das principais reivindicações apresentadas nas conversações iniciadas há um mês, foram finalmente acatadas. No próximo dia 19 de junho a Terracap divulgará a tabela de preços de cada imóvel a ser comprado, dando início a um novo processo de negociações com cada morador.


 
dirigentes da Terracap e representantes do Ville discutem pontos que vão facilitar a compra dos lotes

Além disso, o presidente Julio César Reis e os diretores Técnico, Carlos Leal, e de Comercialização, Ricardo Santiago, se comprometeram a publicar, até a próxima semana, editais estabelecendo regras que permitam a regularização imediata e integral de todos os parcelamentos, mesmo os que estejam em áreas condicionadas (que já foram reduzidas com a ampliação da poligonal, aguardando aprovação do Ibram). Também serão contemplados por edital específico os proprietários que detenham outro imóvel residencial no DF. Nesse caso, todos estes receberão escrituras distintas, de Interesse de Compra e Venda. 
 
“Foi um importante avanço, resultado da união, do bom senso e do diálogo”, considerou o presidente da Amorville, Jazon Lima Junior. Para o presidente da Terracap a interlocução permanente com o Ville tem sido um ponto valoroso para que o processo de regularização se ajuste ao interesse da comunidade. “Lançamos o programa com base em normativas e premissas legais, mas desde sempre abertos a negociar. E nesse aspecto a troca de informações, a discussão e a conversa direta com a Administração do Ville e seus representantes foi decisiva para irmos adequando os interesses”, disse. 
 
Com isso, acredita Julio Cesar Reis, os moradores deixam de temer o cadastramento. “Não se assume nenhum compromisso perante Terracap ao se cadastrar, apenas se acelera o processo de regularização, com a vistoria do imóvel e o início das negociações, que serão feitas caso a caso e considerando as condições do comprador”, afirmou ele. “Somos uma empresa interessada em vender, mas é preciso tratar com o comprador. Não há interesse em impor nada, mas regularizar na medida da lei e das garantias para o comprador”, reiterou.
 
Sobre os impactos da Lei de Conversão da Medida Provisória 759, em vias de ser sancionada pelo presidente Temer, segundo Reis em nada deve mudar o processo de regularização do Ville. “O direito de compra a quem tem um segundo imóvel residencial, por exemplo, não é tratado no PLV 12/2017 (no qual foi convertido, no Senado, a MP 759). E o desconto de até 25% nas compras à vista não se estende a todos os casos”, afirmou. “Além disso, muitos pontos podem ainda ser vetados ou ter questionado sua constitucionalidade”, acrescentou, assegurando que, se eventualmente, algum benefício viesse a ser trazido, seria incorporado às regulamentações. 
 
COMISSÃO - O resultado da reunião de hoje na Terracap será agora detidamente avaliado pela Comissão de Regularização, em reunião interna e exclusiva de seus membros, marcada para logo mais, às 20 horas, e novamente colocada em apreciação da Assembléia Geral Extraordinária, que deve ser convocada para a próxima semana. A perspectiva do presidente da Amorville, no entanto, é que agora atendidos os pleitos o foco será manter a comunidade mobilizada para se assegurar os melhores preços de maneira geral. “Continuaremos firmes nas negociações pois ainda há outras etapas para garantir que a regularização alcance o melhor resultado”, encerra ele.
 
 
 
 

Convite

 
 

Ofício enviado a Terracap

 
 

Medida Provisória dos condomínios é aprovada no Senado

Última atualização em Qui, 01 de Junho de 2017 20:25

17.06.2017
Medida Provisória dos condomínios é aprovada no Senado
O PLV 12/2017, como foi convertida no Senado Federal a Medida Provisória 759/2016, originária da Câmara dos Deputados, e que estabelece novas regras para regularização fundiária urbana em terras da União, influenciando diretamente o processo de regularização dos condomínios residenciais no Distrito Federal, como o Ville de Montagne, foi aprovado na noite desta quarta-feira, 31 de maio.

Por orientação de suas lideranças, votaram contra o PT, o PSB, o PCdoB, a Rede e a bancada da Minoria, mas o projeto acabou aprovado por 47 votos favoráveis e 12 contrários. Agora o PLV segue para sansão do presidente Michel Temer, que tem 15 dias para fazê-lo.

O PLV 12/2017 consolida as facilidades para a venda direta de parcelamentos irregulares aos seus ocupantes e assegura que a definição dos preços a serem cobrados levem obrigatoriamente em conta benfeitorias como instalação de água, luz, asfalto e calçadas, a serem deduzidos do preço da terra nua. Também flexibiliza os casos que envolvem licença ambiental, ao permitir que lotes situados em Áreas de Preservação Permanente, APP, sejam regularizados em separado, sem prejuízo das demais.

Sobre a aprovação, a Terracap diz que a MP não alterará em nada o marco regulatório iniciado na capital, a partir de 4 de maio passado, quando o governador Rodrigo Rollemberg assinou decretos estabelecendo a venda direta de lotes em condomínios e instituindo a certidão de regularização no DF. Segundo seu presidente, Julio César Reis, os benefícios trazidos já eram previstos no processo de regularização iniciado pelo Ville de Montagne, a partir de 10 de maio. No entanto, questões como a venda para proprietários de outro imóvel residencial no DF e os preços a serem cobradas – dúvidas levantadas pelos moradores do Ville - ainda estão sendo analisadas e as soluções devem ser apresentadas brevemente à Comissão de Regularização e novamente levadas à Assembléia Geral.
 

REGULARIZAÇÃO DO VILLE DE MONTAGNE

 Terracap define novas regras esta semana 

O presidente da Terracap, Julio César Reis, confirmou hoje, 30, ao presidente da Amorville, Jazon Lima Junior, que já deu encaminhamento ao ofício em que a entidade formaliza as reivindicações aprovadas na última Assembléia Geral Extraordinária, dia 25 último. Entre elas, a dilatação do prazo para cadastramento, definições quanto aos lotes de moradores que possuem outro imóvel no DF, por enquanto impedidos de se beneficiar da venda direta.

O diretor técnico da Agencia, Carlos Leal, e a Assessoria Jurídica já estão tratando do assunto, segundo assegurou ele. A perspectiva é de que os pleitos sejam atendidos e anunciados ainda esta semana, de acordo com Jazon Lima Junior. O novo posicionamento da Terracap será avaliado em reunião com a Comissão de Regularização do Ville, reformada também na última Assembléia, a ser convocada logo a seguir à resposta oficial, informa ele.
 
 

Amorville que ampliar prazo para cadastramento

 O presidente da Associação dos Moradores do Ville de Montagne, Amorville, Jazon Lima Junior, já encaminhou à Terracap pedido formal de ampliação do prazo de cadastramento no processo de venda direta dos lotes. Esta foi uma das principais reivindicações aprovadas durante Assembléia Geral Extraordinária realizada na noite de quinta-feira, 25 de maio. A comunidade entende que vários aspectos envolvendo a regularização ainda precisam ser discutidos, como a situação dos moradores que possuem outro imóvel residencial no DF e os lotes sem edificação, antes de aderirem ao programa.

Também foi decidida a ampliação do número de integrantes e o fortalecimento da Comissão de Regularização do Ville de Montagne, para apoiar as negociações que já vêm sendo realizadas com a Terracap. Segundo Jazon Lima Junior vários avanços já foram assegurados, como a regularização integral do Condomínio, com a lavratura, pela Terracap, de dois editais distintos de compra e venda. Um assegura o imediato registro em cartório e outro, para os lotes de áreas que têm condicionamento, garante a emissão de uma escritura de interesse de compra e venda.  Durante a semana está prevista mais uma reunião da diretoria da Amorville e a nova comissão com dirigentes da Terracap. O prazo atual para cadastramento vai até o dia 10 de junho.
 
 

Vídeo

 
 

Ville recebe Certificado de Regularização

 

O governador Rodrigo Rollemberg e seu secretário de Gestão de Território e Habitação, Thiago de Andrade, assinaram hoje,16, pela manhã, no Palácio do Buriti, o Certificado de Regularização Fundiária do Ville de Montagne, documento que marca o início do processo de regularização da área e formalmente possibilita a venda direta dos lotes aos moradores.
 
A solenidade teve também a presença dos diretores da Terracap, com quem o presidente da Associação dos Moradores do Ville, Amorville, Jazon Lima Junior, logo após o evento voltou a se reunir para tratar do atendimento das reivindicações apresentadas pela Comissão de Regularização do Ville na semana passada. Entre elas estão as garantias de que todos os moradores serão beneficiados, independente das condições diferenciadas que apresentem. A proposta dos moradores defende basicamente a inclusão no programa dos lotes ainda vazios, a definição de preços razoáveis para viabilizar a compra e uma solução para os que têm outro imóvel residencial no DF.
 
No seu discurso, o governador garantira que tanto a quantificação dos lotes quanto os preços serão tratados em comum acordo com os moradores, antes de qualquer decisão. “Houve muitas tentativas anteriores para se regularizar os condomínios, mas não avançaram porque faltou diálogo. Isso não ocorrerá desta vez e com o Ville de Montagne estamos mostrando que o interesse é buscar soluções consensuais”, disse Rollemberg.
 
E é nesse sentido que a Terracap e a Amorville vêm discutindo um Termo de Acordo, estabelecendo cronogramas, compromissos e garantias em relação a esses assuntos, que também serão tratados na reunião extraordinária dos moradores marcada para esta quinta feira, 18, as 19h30, no Salão de Eventos do Ville de Montagne. O processo de cadastramento dos moradores vai até 11 de junho, quando a Terracap deve começar a avaliar os lotes para definir os valores. (Na foto, o governador Rollemberg, Jazon Lima Junior e o presidente da Terracap, Julio César Reis, na solenidade)
 

AGENDE-SE

 Na próxima quinta-feira, 18 de maio, às 19:30 horas, a Administração do Ville de Montagne promove reunião extraordinária com os moradores para tratar sobre a Regularização do nosso Condomínio.

O Encontro ocorrerá no Salão de Eventos da Amorville e entre os temas a serem tratados estão o Termo de Acordo com a Terracap e os procedimentos a serem adotados para o início do processo de venda direta dos lotes.

Divulgue e siga esta página para se manter atualizado.
 

Terracap propõe Termo de Acordo para viabilizar compra dos lotes

 Em uma nova rodada de conversas entre os presidentes da Amorville, Jazon Lima Junior, e da Terracap, Julio César Reis, nesta quinta-feira, foi acertada a formulação de um Termo de Acordo salvaguardando garantias e benefícios aos moradores no processo de venda direta dos lotes do Ville de Montagne. O documento estabelecerá um cronograma do processo, de forma que o Condomínio possa ser regularizado integralmente, alcançando a todos os moradores. A idéia é de que, independente da condição de cada caso, toda a comunidade seja contemplada.

As propostas serão apresentadas à Associação dos Moradores do Ville de Montangne – Amorville – na próxima semana e  devem ser avaliadas em Assembléia Extraordinária do Ville, a ser convocada para os próximos dias. A intenção da Terracap, segundo seu presidente, é flexibilizar pontos de maneira que a adesão seja majoritária.
 

Para facilitar a regularização integral do Ville de Montagne, exigência apresentada pela Amorville, algumas providencias já estão sendo tomadas pela Terracap. Na reunião entre Jazon Lima Junior, Julio Cesar Reis e o diretor de Comercialização, Ricardo Santiago. foi revelado que áreas com interferência ambiental terão sua poligonal ampliada, reduzindo fortemente o numero de lotes impactados. É previsto, ainda, que os preços e condições de venda se sujeitarão a eventuais vantagens que possam trazer a Medida Provisória 759, que será votada ainda este mês pelo Congresso.
 

Outra proposta é que para os lotes que já foram aprovados será celebrada a Escritura Pública de Compra e Venda, ao passo que aqueles que integram os parcelamentos condicionados será confeccionada uma outra escritura , esta específica de Promessa de Compra e Venda, que se converterá imediatamente em um instrumento definitivo a partir da aprovação posterior. junto aos demais órgãos. Assim se viabilizaria a venda simultânea dos lotes e a regularização total do Condominio, importante reivindicação feita pela Amorville. (Na foto, o diretor de Comercialização, o presidente da Terracap e o presidente da Amorville)
 

 

 

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

<










Outubro 2018 Novembro 2018 Dezembro 2018
Do Se Te Qu Qu Se
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
Não há eventos agendados atualmente.
Ver Calendário
Início  
Conheça a Amorville
Diretoria
Conselho Consultivo
Estatuto
Organograma
Transparência
Atas
Contratos
Balancetes
Gestão